Qual a duração certa para um vídeo?

O algoritmo do YouTube gosta mais de vídeos longos? Podcasts de uma hora de duração tem mais visibilidade do que vídeos de dois minutos?

Segundo o Ferdinand, do YouTube Creators, o sistema de pesquisa e descoberta do YouTube, busca ajudar cada usuário, individualmente, a encontrar aquilo que ele quer ver.

Os sistemas utilizam centenas de sinais que determinam como recomendar e ranquear os vídeos. Sendo assim, o que determina a visibilidade de um vídeo no YouTube, não é o seu tempo de duração e, sim, o tempo médio que o usuário passa assistindo aquele vídeo.

Por isso, o que você não deve fazer é alterar a duração dos seus vídeos só para deixá-los mais longos, pois isso pode acabar prejudicando o desempenho dos seus vídeos. Mas, veja bem, isso não quer dizer que vídeos de 20 minutos, por exemplo, sejam proibidos. Desde que o conteúdo seja relevante, atrativo e incrível o suficiente para prender a atenção da audiência.

A duração de uma visualização é apenas uma forma de medir o interesse ou engajamento da audiência. Atualmente, o YouTube também utiliza pesquisas de satisfação, onde o usuário pode avaliar o vídeo depois de assisti-lo. Isso o ajuda a entender mais afundo quais vídeos valem o tempo dos usuários.

Então, qual a melhor estratégia para utilizar como criador de conteúdo?

A verdade é que o tempo do vídeo deve ser equivalente ao conteúdo. Se você levar dois minutos para comunicar tudo o que tem a dizer, faça um vídeo de dois minutos. Caso precise de mais tempo, faça um vídeo mais longo.

Se os usuários realmente gostarem do que assistiram, os sistemas de pesquisa e descoberta do YouTube, farão o possível para recomendá-lo a todas as audiências.

Quer receber gratuitamente em seu email mais conteúdos como esse?

receber-material